Dicas para escolher travesseiro para bebê

Dicas para escolher travesseiro para bebê

Tem coisa mais gostosa que um travesseiro bom para dormir?  Não tem!
Mas, para escolher o travesseiro ideal, algumas “regrinhas” são importantes, especialmente porque os recém nascidos estão – durante todo o primeiro ano de vida – em uma constante fase de adaptação.

Então, vamos começar pelo mais importante: um bom travesseiro é aquele que que preenche completamente o espaço entre o colchão e a cabeça do pequeno. A ideia é que o bebê fique com a coluna reta.
O segundo ponto fundamental é sobre o tecido do qual ele é feito. Como os pequenos são extremamente sensíveis prefira um modelo com tecido macio e toque suave, pois é ele quem vai dar conforto para o seu bebezinho. Ainda sobre tecido e material outra dica é escolher modelos antialérgicos e com material que evite a proliferação de ácaros e bactérias, mantendo a higiene. Para quem não conhece, os travesseiros feitos de viscoelástico, material desenvolvido pela”NASA” são perfeitos para cobrir todas essas necessidades. O modelo absorve o peso da cabeça do recém nascido e, quando ele se deita, o travesseiro se molda ao formato da cabeça do bebê. E é justamente isso que permite que o bebê fique confortável e seguro para ter melhores noites de sono.

Para terminar, fica a resposta para uma pergunta muito comum sobre os travesseiros: qual é a hora de trocar o acessório por um novo? Quando você percebe que o bebê está ficando com o pescoço inclinado para baixo. Durante todo o tempo que o bebê estiver no berço, prefira usar travesseiros para bebês. Os travesseiros maiores podem gerar impactos ruins na postura e provocar dores. Quando o pequeno sair do berço para um cama, aí você troca o travesseiro para os maiores. Para cada fase uma necessidade diferente, não é mesmo?

 

Por | 2018-06-22T13:24:20+00:00 16 de Março de 2018|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário