Kit berço ou ninho para bebê: qual a melhor escolha?

Cuidar do quarto do bebê é uma etapa importante, já que esse espaço precisa acolhê-lo com muito carinho e segurança. Um dos pontos principais é o lugar em que o pequeno dormirá. Afinal, se o seu filho não tiver um sono de qualidade, isso pode prejudicar o seu desenvolvimento.

Atualmente, há vários modelos de berço que vão além do tradicional, assim como diversos acessórios. Já que é essencial pensar no conforto, dentre as opções existe o kit berço e o ninho para bebê.

Mas como escolher a alternativa ideal para o seu filho? A seguir explicaremos a diferença entre os dois produtos e as suas principais características. Assim, você poderá tomar a melhor decisão. Confira!

O que é o kit berço?

O kit berço é um conjunto de acessórios que ficam posicionados no local onde o bebê dorme. Em geral, ele é composto por elementos como:

  • edredom;
  • cabeceira;
  • laterais;
  • trocador;
  • rolo peseira.

Ele serve, principalmente, para reduzir o espaço dentro do berço, trazer aconchego, garantir conforto e complementar a decoração. Como aparece em várias cores e estampas, ajuda a compor a proposta visual do cômodo. Assim, você pode deixar o berço com a carinha do restante dos móveis do quarto, por exemplo.

Como todos os itens são vendidos juntos, optar pelo kit pode ser mais econômico e conveniente, afinal, não é preciso procurar cada peça até escolher aquelas que combinam. Além disso, com a compra completa, o valor é menor do que a aquisição dos itens separados.

Importante dizer que não devemos deixar o berço cheio de almofadas soltas, e evitar bordados e coisas penduradas nas almofadas, como cordas, laços, bichinhos, etc.

E o ninho para bebê?

O ninho para bebê é um acessório portátil que pode ser levado para todos os lugares e serve também para ser colocado dentro do berço funcionando como uma espécie de leito reduzido. Feito de material acolchoado, tem as laterais protegidas e evita que o bebê role, por exemplo. Por isso, também pode ser usado para recém-nascidos na cama dos pais.

A principal função desse produto é simular o útero materno. Quando o pequeno é colocado no berço, ele demora a se acostumar por ter muito espaço disponível — exatamente o oposto do útero. No ninho para bebê, ele é acolhido e sente a segurança que havia dentro da barriga.

O seu uso, aliado a uma rotina do sono, ajuda a acalmar o recém-nascido e aumenta a qualidade de sono. Como resultado, tanto o pequeno quanto os pais dormem por mais tempo.

É legal também para fazer cama compartilhada, traz segurança para os pais com a certeza de que não vão deitar em cima do bebê por engano.

Afinal, qual é a melhor opção?

Como ambos são colocados onde o novo integrante da família dorme, é comum ter dúvidas se o ideal é escolher um kit berço ou um ninho para bebê. A verdade, entretanto, é que eles são complementares e servem para diversas situações.

Se, nas primeiras semanas, o bebê for ficar na cama dos pais ou ao lado, o ninho para bebê é essencial. Ele ainda é ótimo para as sonecas dos pais ou até para que o pequeno possa dormir com conforto em qualquer lugar.

O kit berço, como visto, ajuda a incluir a peça na decoração. Também auxilia a criar barreiras, principalmente se o móvel tiver grades vazadas. Depois dos 3 primeiros meses de vida, dá para substituir o ninho pelo kit de forma definitiva. O importante é adquirir produtos de qualidade, com tecido 100% algodão e de boas marcas. Desse jeito, é possível obter durabilidade, bom visual e maior segurança durante o uso.

Com essas dicas, deu para ver que kit berço e ninho para bebê podem ser usados em conjunto. Basta escolher os mais adequados para o seu pequeno e curtir os benefícios!

Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, aproveite para conhecer as nossas opções de ninho para bebêkit berço e escolha os seus preferidos!

E se gostou do conteúdo, assina nossa newsletter e receba os conteúdos em primeira mão!

Até a próxima!


Por | 2019-05-15T17:12:09+00:00 12 de Fevereiro de 2019|0 Comentários

Sobre o Autor:

Designer de produtos, administradora de empresas e mãe da Julinha e do Rafa. Em 2011, fundou a marca Lilibee pensando em soluções bonitas, funcionais e exclusivas. Sempre com o propósito de ajudar outras mães a terem o quarto dos sonhos.

Em sete anos já conta com mais de 3.500 projetos completos de QUARTOS DE BEBÊ E CRIANÇA, além de mais de 4.500 itens disponíveis para venda nas 5 lojas da rede.

Deixar Um Comentário