7 dicas de ouro para escolher o papel de parede do quarto do bebê

É sempre muito bom criar e decorar um cantinho da nossa casa, e quando esse ambiente se trata de um quarto de bebê o desafio fica ainda melhor, diria até emocionante! E um elemento importante para ajudar a compor esse cantinho especial é o papel de parede do quarto do bebê.

Esse elemento de decoração pode fazer toda a diferença na hora de criar um design diferente e aconchegante, e por isso merece atenção especial! As cores, texturas e desenhos transmitem sensações e podem passar ainda mais tranquilidade para o bebê e toda a família.

Para complementar, é importante saber que os papéis de parede são práticos, fáceis de instalar e de limpar, tem um poder surpreendente na transformação de um ambiente!

Ficou interessado pelo assunto? Preparamos aqui cinco dicas que vão ajudar você a escolher o melhor papel de parede para o quarto do bebê. Acompanhe a leitura e se informe sobre o assunto!

1. Cores: combine com estilo de decoração

A escolha das cores vai depender do estilo de decoração que você gostaria. Então, depois de definir se o quarto terá tons pastéis ou fortes, chega a hora de procurar o papel de parede ideal para compor o design do ambiente e criar contrastes.

Uma forma interessante de pensar sobre o estilo de decoração do quarto pode ser, por exemplo, por meio da escolha de um papel de parede que você tenha se encantado, a partir disso, fica mais fácil a escolha dos móveis e outros elementos de decoração.

2. Estampa: dê personalidade ao ambiente

Existem diversas opções de papéis de parede para a sua escolha. Eles podem ser lisos, listrados, estampados ou com figuras. O mais importante é lembrar que o papel de parede tem um poder transformador na decoração de um ambiente, então a principal pergunta a se fazer é: “Quanto eu quero que este papel chame de atenção no meu quarto? ”

Caso queira que ele seja o centro das atenções, opte por estampas figurativas, listras marcadas, geométricos mais coloridos e florais maiores. Mas, se o seu objetivo é compor um ambiente mais delicado e aconchegante, dê preferência pelos lisos, com texturas, estampas pequenas, ou listras mais discretas.

3. Padrão: equilibre o tamanho do ambiente

Uma dica valiosa é sobre o tamanho das estampas, pois ela pode influenciar – e muito –  na sensação que temos sobre as dimensões do quarto. Por exemplo, estampas pequenas e listras verticais trazem a sensação de amplitude nos espaços pequenos. Por outro lado, as estampas grandes e muito coloridas tendem a ficar melhor em espaços maiores, deixando um ambiente grande mais aconchegante.

Mas não é porque o quarto do bebê é pequeno que você deve utilizar apenas estampas pequenas e discretas. A estampas grandes e coloridas também são uma boa opção, mas cuidado na hora de escolher onde e como usá-las.

Uma sugestão para não errar, é colocar esse tipo de estampa em apenas uma parede do quarto para dar destaque, enquanto as outras permanecem lisas, com textura ou listradas.

4. Luminosidade: defina o tom ideal do papel de parede

Ao escolher o papel de parede ideal, é importante considerar a iluminação do cômodo. Ambientes com uma iluminação boa, seja ela natural ou de luminárias, permitem mais facilmente o uso de papéis de parede com fundo escuro e cores mais fortes.

O ideal é misturar o escuro e o claro. Por exemplo, você pode optar por uma parede escura para criar impacto visual, mas manter as outras paredes em cores claras.

5. Painéis: faça do quarto do bebê uma obra de arte

Uma excelente dica para trazer ainda mais estilo para o quarto do bebê é utilizar os painéis de parede, com estampas grandes que parecem pintura.

Os painéis de parede são ideais para quem quer arriscar e fugir do convencional, mas se sente inseguro em escolher estampas grandes ou muito coloridas. Eles são simples de instalar, assim como o papel, e projetados para serem utilizados em apenas uma parede, enquanto as outras podem ser pintadas com tons neutros ou revestidas com uma composição mais discreta.

6. Instalação: transforme o quarto com praticidade

Se você não tem tempo e nem disposição para lidar com prestadores de serviço que fazem aquela sujeira, saiba que não tem nada mais prático, rápido e limpo do que o papel de parede para transformar a decoração e deixar o quarto do seu jeito!

A instalação é fácil e se você for hábil pode até fazer sozinha, mas um instalador experiente pode facilitar o processo e deixar a experiência ainda melhor.

É importante saber que nenhum modelo é indicado para áreas molhadas ou paredes com infiltração, e que as imperfeições da parede, vão aparecer no fundo do papel, então quanto mais lisa e seca a parede melhor será o resultado da sua instalação.

7. Preço: deixe o projeto dentro do seu bolso

Existe uma variação grande de preços dependendo do fabricante, do desenho, do material, do designer que desenhou, entre outras. Mas não ache que por isso um determinado modelo que você gostou deva ser descartado!

Lembre-se que papel de parede é vendido em rolos ou faixas, então você pode controlar o investimento decidindo se vai usar em uma única parede ou no quarto todo. Se tiver dúvidas de como fazer isso, procure uma loja ou profissional que te ajude a fazer um projeto dentro das suas expectativas.

Viu como é fácil transformar o quarto com o uso do papel de parede? Caso queira conversar com alguém que entenda suas necessidades e possa te ajudar a montar o quarto de bebê dos sonhos, confira como fazer um projeto exclusivo. Vamos adorar te receber!


Por | 2019-05-15T18:20:34+00:00 2 de agosto de 2018|0 Comentários

Sobre o Autor:

Designer de produtos, administradora de empresas e mãe da Julinha e do Rafa. Em 2011, fundou a marca Lilibee pensando em soluções bonitas, funcionais e exclusivas. Sempre com o propósito de ajudar outras mães a terem o quarto dos sonhos.

Em sete anos já conta com mais de 3.500 projetos completos de QUARTOS DE BEBÊ E CRIANÇA, além de mais de 4.500 itens disponíveis para venda nas 5 lojas da rede.

Deixar Um Comentário